Quadro de medalhas Pan 2011 atualizado

Países Ouro Prata Bronze
1 United-States.pngEstados Unidos 41 41 34 116
2 Brazil.pngBRASIL 17 13 19 49
3 Canada.pngCanadá 14 12 17 43
4 Cuba.pngCuba 12 10 11 33
5 Mexico.pngMéxico 11 12 19 42
6 Colombia.pngColômbia 8 9 9 26
7 Venezuela.pngVenezuela 7 9 11 27
8 Argentina.pngArgentina 7 5 11 23
9 Dominican-Republic.pngRepública Dominicana 3 2 7 12
10 Guatemala.pngGuatemala 3 1 1 5
11 Chile.pngChile 1 3 7 11
12 Cayman-Islands.pngIlhas Caimã 1 1 1 3
13 Puerto-Rico.pngPorto Rico 0 3 1 4
14 Peru.pngPeru 0 1 2 3
15 Jamaica.pngJamaica 0 1 1 2
16 Trinidad-_-Tobago.pngTrinidad e Tobago 0 1 1 2
17 El-Salvador.pngEl Salvador 0 1 0 1
18 Paraguay.pngParaguai 0 0 2 2
19 Ecuador.pngEquador 0 0 1 1
20 Guyana.pngGuiana 0 0 1 1
21 Antigua-_-Barbuda.pngAntigua e Barbuda 0 0 0 0
22 Netherlands-Antilles.pngAntilhas Holandesas 0 0 0 0
23 Aruba.pngAruba 0 0 0 0
24 The-Bahamas.pngBahamas 0 0 0 0
25 Barbados.pngBarbados 0 0 0 0
26 Belize.pngBelize 0 0 0 0
27 Bermuda.pngBermuda 0 0 0 0
28 Bolivia.pngBolívia 0 0 0 0
29 Costa-Rica.pngCosta Rica 0 0 0 0
30 Dominica.pngDominica 0 0 0 0
31 Grenada.pngGranada 0 0 0 0
32 Haiti.pngHaiti 0 0 0 0
33 Honduras.pngHonduras 0 0 0 0
34 Virgin-Islands.pngIlhas Virgens 0 0 0 0
35 British-Virgin-Islands.pngIlhas Virgens Britânicas 0 0 0 0
36 Nicaragua.pngNicarágua 0 0 0 0
37 Panama.pngPanamá 0 0 0 0
38 Saint-Lucia.pngSanta Lúcia 0 0 0 0
39 St.-Kitts-_-Nevis.pngSão Cristóvão e Nevis 0 0 0 0
40 St.-Vincent-_-the-Grenadine.pngSão Vicente e Granadinas 0 0 0 0
41 Suriname.pngSuriname 0 0 0 0
42 Uruguay.pngUruguai 0 0 0 0
Anúncios

CD da novela Rebelde para download

LANÇAMENTO 2011

Álbum (CD): Trilha sonora  da Novela Rebelde (Record)
Gênero: 
Trilha Sonora
Nossa opinião (0 – 10): 
8
Qualidade: 
X Kbps
Arquivo: 
Zip/Mp3
Comentário: novela Rebelde está prestes a estrear na Rede Record, e com ela podemos esperar também um CD Rebelde Record. Em dezembro de 2010 foi anunciado pela Rede Record os integrantes da novela Rebelde (RBD) versão brasileira, que podemos ver na foto acima, o nome dos personagens e atores, respectivamente são: Alice (Sophia Abrahão), Roberta (Lua Blanco), Tomás (Chay Suede), Carla (Melanie Fronckowiak), Pedro (Micael Borges) e Diego (Arthur Aguiar).

Faixas:


1. Para Sempre – Elenco (Tema de abertura)
2. Me Liga – Brunna e Mateus
3. De janeiro a janeiro – Roberta Campos e Nando Reis (Tema da Alice)
4. Namora comigo – Banda Cine (Tema do Pedro)
5. Garoto errado – Manu Gavassi (Tema da Roberta)
6. Será que é você? – Bernardo Falcone (Tema do Diego)
7. Pra você lembrar – Restart (Tema da Carla)
8. Blackout – FAIBE (Tema do Tomas)
9. Agito e uso – Hellen Lyu (Tema da Pilar)
10. Desculpe o auê – Luiza Possi (Tema da Eva Messi)
11. Despertar – Rebelde Brasil
12. Só pro meu prazer – Gabriel Guerra (Tema de Alice e Pedro)
13. Medo de amar – Adriana Calcanhotto (Tema Roberta e Diego)
14. Wonderland – Banda Perséfone (Tema Carla e Tomás)
15. Sexto Sentido – Tatiane Furtado e Júnior (Tema Téo e Márcia)
16. Não quero dinheiro – Octávio Cardozzo (Tema Jonas e Teresa)
17. Talvez – Antiquarius (Tema de amor de Franco e Beth)
18. Do meu lado – Erick Von Sohsten (Tema de amor de Silvia e Leonardo)

http://www.4shared.com/get/rrwMsBvS/TRILHA_SONORA_REBELDE_RECORD.html

por Data TV Postado em Outros

Notícias

Abertura de Temporada
O domingo foi marcado pela abertura da temporada 2010 da Fórmula 1. O Grande Prêmio de Bahrein manteve-se na liderança, mas não conseguiu jogar todo o público para o “Esporte Espetacular”. O programa esportivo da Globo marcou apenas 7 pontos de média, ficando dois pontos abaixo do SBT, que exibia o “Domingo Legal”.
Histórias e Diversões
O “Domingo Legal” levou a Mini Lady Gaga a um parque de diversões para um dia de brincadeira. Depois, a garota foi ao palco para um número musical. O programa também apostou no quadro “Construindo um Sonho”, que entregou uma casa para a família de quatro irmãs gêmeas idênticas de Pernambuco. A “Piscina Maluca” já teve melhores resultados.
Reality como Arma
O “Tudo é Possível” deste domingo exibiu o segundo episódio de “Troca de Família”, que agora ganhou intervenções no palco de Ana Hickmann, tornando o reality mais próximo da apresentadora. Segundo dados preliminares, o “Troca de Família” registrou 13 pontos de média, mas não atingiu a liderança como na semana passada.
Em Alta Velocidade
Os dados preliminares mostram que a exibição da corrida de Fórmula Indy em São Paulo garantiu a vice-liderança da Band em vários momentos, alterando o quadro tradicional dos programas dominicais. Já no período da manhã, com os treinos e apresentações especiais, inclusive de Fórmula Truck, a cobertura da Band registrou índices mais baixos.
Veneno da concorrência…
Neste domingo, Eliana recebeu Ivo Holanda para relembrar algumas “pegadinhas” que marcaram época no programa de Silvio Santos. Na Barra Funda há quem afirme que foi uma maneira de exibir algo que faz sucesso no programa de Ana Hickmann. A participação do professor Del Nero foi muito semelhante ao do “Melhor do Brasil”, quando ele bebeu veneno de cobra.
Concurso de Piadas
Neste domingo, Faustão procurou fazer um programa variado para prender a atenção do telespectador. O apresentador recebeu Eri Johnson e Nelson Freitas para um desafio de piadas no quadro “Saco de Risadas”. O “Domingão do Faustão” também colocou os ex-BBBs Eliéser e Cacau para uma conversa sobre relacionamento no reality show.
Reportagens Especiais
O “Domingo Espetacular” apostou suas ficas na reportagem especial sobre a mulher que, presa na enchente em Belo Horizonte, deu a luz dentro de um carro. Outro momento interessante ficou para a reportagem sobre as mortes causadas por acidentes automobilísticos em São Paulo, muitos provocados por motoristas irresponsáveis e alcoolizados.
Entrevista Exclusiva
O “Fantástico” exibiu uma entrevista exclusiva com Beatriz Galvão, viúva do cartunista Glauco. Ela revelou detalhes do momento de tensão antes do jovem assassinar seu marido e seu enteado. A revista eletrônica também fez uma interessante reportagem sobre aliciamento de menores através da internet e sobre uma esteticista que roubava as clientes.
Volta ao Passado?
Além do “Sonhar mais um Sonho”, o “Programa do Gugu” voltou a apostar no “Vale Tudo para Ganhar”, uma versão repaginada do show de calouros. Augusto Liberato também colocou no ar brincadeira onde uma dubladora tentava convencer crianças que o peixe estava falando. A situação já foi apresentada no Topa Tudo Por Dinheiro”, de Silvio Santos. Gugu merece algo melhor.
Com a Língua Afiada
Silvio Santos não economizou nas brincadeiras com Fausto Silva durante a participação de Lucimara Parisi no quadro das “3 pistas”. O apresentador disse que Faustão mandou embora todos os profissionais mais velhos e os trocou por mais jovens. Depois, o “PSS” exibiu uma câmera escondida que aplicou um “trote” em Lívia Andrade.
Hebe e BBB
O humorístico “Pânico na TV” continua com os índices estabilizados e ligeiramente inferiores aos registrados no segundo semestre de 2009. Neste domingo, o programa fez uma homenagem a Hebe Camargo através de uma paródia ao especial que marcou a volta da apresentadora ao SBT. O “Pânico na TV” também fez sua versão do BBB.

SBT estreia nesta segunda novos cenários de seus jornais

O SBT estreia nesta segunda-feira (01) os novos cenários de seus três telejornais. “Jornal do SBT – Manhã”, “SBT Brasil” e “Jornal do SBT – Noite” terão suas identidades visuais totalmente reformuladas.
A alteração dos cenários dos noticiários faz parte das novidades da emissora de Silvio Santos para esta semana. A estreia de “Uma Rosa com Amor”, do “Conexão Repórter” e do “Aventura Selvagem” serão algumas das outras novidades deste mês.

Íris Abravanel continuará escrevendo novelas no SBT

Após emendar “Revelação” e “Vende-se um Véu de Noiva”, Íris Abravanel não pretende descansar e já está escrevendo sua próxima novela no SBT. A informação foi anunciada pelo diretor Del Rangel no lançamento de “Uma Rosa com Amor”, que ocorreu na tarde da última terça-feira (23) em São Paulo.


Íris Abravanel continuará escrevendo novelas no SBT
Divulgação

A ideia de Silvio Santos é revezar Tiago Santiago e Íris Abravanel na faixa das 20h15, o novo horário de dramaturgia do canal.

Ainda não há nenhuma informação relacionada ao texto ou ao elenco do próximo folhetim de Íris. A estreia da nova novela também não foi divulgada, mas caso entre após “Uma Rosa com Amor”, há grandes chances de seu início ocorrer ainda neste ano.

por Data TV Postado em Outros

novos modelos de cédulas

Notas de R$ 50 e R$ 100 terão novos modelos ainda no 1º semestre.
Cédulas terão diferentes tamanhos, para ajudar deficientes visuais.

As notas da “segunda família” do real seguirão um padrão internacional que dificultará a falsificação, afirmou nesta quarta-feira (3) o ministro da Fazenda, Guido Mantega, durante o lançamento dos novos modelos das notas de real. Para ele, os novos modelos de notas também auxiliam na “internacionalização” da moeda brasileira.

As cédulas de R$ 50 e R$ 100 serão modificadas ainda no primeiro semestre de 2010, enquanto as demais serão substituídas até 2012, conforme as notas ficarem velhas e tiverem de sair de circulação. A meta é iniciar a substituição dos atuais modelos de R$ 10 e R$ 20 no primeiro semestre de 2011.

As novas notas custam de 25% a 28% a mais do que os modelos antigos, segundo o BC. Somente em 2010, a autoridade monetária estima gastar R$ 300 milhões com o processo de substituição das cédulas.

As mudanças são tecnológicas e de design, mas o BC afirmou que todos os animais representados nas notas atuais continuarão a figurar nas novas versões. “O objetivo é que sejam muito seguras. Estaremos emitindo cédulas de última geração, que são compatíveis com as cédulas mais modernas em circulação no mundo, como o euro [e] a nova família de dólares”, afirmou o ministro Mantega.

Por conta do fortalecimento da moeda brasileira, Mantega diz que o país também tem de se preparar para que o real seja mais utilizado no mercado internacional. “Já começa a haver demanda para que [a moeda brasileira] possa ser utilizada fora do país”, disse.

De acordo com o ministro, o real já é considerado uma moeda forte. “Hoje o real é uma moeda forte. Às vezes, alguns empresários reclamam que a moeda é tão forte, valorizada, mas a vida é assim. Temos de nos preparar para que o real seja uma moeda de curso [circulação] internacional. Hoje é uma moeda de curso mais limitado.”

//


Para guardar em casa

Segundo o presidente do BC, Henrique Meirelles, o real está se tornando cada vez mais uma moeda que uma parcela da população guarda em casa, uma vez que a inflação está sob controle. “Não haverá mudanças de aparência. Não se discutiu uma nova apresentação; foram mudanças necessãrias do ponto de vista tecnológico.”

Conforme Meirelles, foi importante inaugurar uma nova familia de cédulas por conta da evolução tecnológica. “A tecnologia de segurança evolui, como também evoluem os mecanismos de tentativa de imitação. Todos países estão trabalhando por uma modernização tecnológica de suas moedas”, disse ele.

Ele lembrou que, em 1994, quando a primeira família do real foi lançada, em consequência do plano de estabilização econômica que debelou a inflação alta, os projetos foram feitos de “forma rápida”. “Um projeto agora de consolidação e de emissão de uma moeda com característica de longo prazo é um passo natural. Isso demandou muito tempo de estudo e de trabalho.”

Editoria de arte G1/G1

Tamanho da cédula aumentará conforme o valor nela representado (Foto: Divulgação)

Tamanhos

O Banco Central informou ainda que as novas cédulas atenderão a uma demanda dos deficientes visuais, que tinham dificuldades em identificar os valores nas notas atualmente em circulação.

“Com tamanhos diferenciados e marcas táteis em relevo aprimoradas em relação às atuais, a nova família de cédulas facilitará a vida dessa importante parcela da população”, informou a instituição.

Substituição gradual

Segundo o  BC, apesar de as novas notas de R$ 100 começarem a circular ainda neste semestre, as antigas continuarão a valer, devendo ser totalmente substituídas em até dois anos. “Esse é o tempo de substituição por conta do desgaste das cédulas”, explicou Anthero Meirelles, diretor do BC.

O Banco Central informou que a nova família das cédulas vem sendo desenvolvido desde 2003, em conjunto com a Casa da Moeda. De acordo com a instituição, a nova família vai manter a diferenciação por cores predominantes, de modo a facilitar a “rápida identificação dos valores” por parte da população.

A autoridade monetária informou ainda que, para produzir as novas cédulas com recursos gráficos e novos elementos de segurança, a Casa da Moeda modernizou seu parque fabril. “Com as aquisições, [a Casa da Moeda] se equipara às empresas mais modernas do mundo no ramo da impressão de segurança”, disse o BC.

O texto foi extraido do siteG1. O vídeo do site Youtube.

Rio conquista os Jogos de 2016

Em uma sexta-feira histórica para o esporte brasileiro, candidatura carioca supera as rivais Madri, Tóquio e Chicago na disputa em Copenhague

É impossível prever quais serão os maiores atletas do planeta daqui a sete anos. Possível, sim, é saber em que palco eles vão brilhar: o Rio de Janeiro. Em uma sexta-feira histórica para o esporte brasileiro, os cariocas conquistaram em Copenhague o direito de sediar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016. Até a cerimônia de abertura no Maracanã, serão mais de 2.400 dias. Tempo de sobra para viver intensamente cada modalidade, moldar novos ídolos e, acima de tudo, deixar a cidade ainda mais maravilhosa. Superadas as rivais Madri, Tóquio e Chicago, finalmente dá para dizer com todas as letras: a bola está com o Rio.

Quando o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Jacques Rogge, abriu o envelope com os cinco anéis olímpicos e anunciou a vitória do Rio, foram duas explosões simultâneas de alegria. Na Praia de Copacabana, a multidão que aguardava o resultado soltou o grito e começou a comemorar sob uma chuva de papel picado.

Dentro do Bella Center, os integrantes da delegação brasileira repetiram a festa de forma efusiva. Sem conter as lágrimas, Pelé comandava a celebração, abraçando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governador Sérgio Cabral, o prefeito Eduardo Paes e os esportistas. Entre gritos e abraços, difícil era encontrar um brasileiro que não estivesse chorando.

Agência/Reuters

A comitiva brasileira vibra na hora do anúncio: festa verde-amarela no auditório em Copenhague

Enquanto isso, no Air Force One, Barack Obama já voltava para casa, com as mãos vazias e uma decepcionante eliminação na primeira rodada. A população japonesa, em sua maioria contra a candidatura, pôde festejar a saída na segunda fase. Madri avançou à final, mas não conseguiu emplacar duas Olimpíadas seguidas na Europa. E a vitória brasileira sobre os espanhóis na última rodada veio com sobras: 66 votos contra 32.

Na primeira fase, Chicago foi eliminada com apenas 18 votos. Madri liderou a primeira parcial, com 28, seguida por Rio (26) e Tóquio (22). A segunda etapa já teve o Rio bem na frente, com 46, contra 29 dos espanhóis e 20 dos japoneses, que saíram da briga.

O Brasil, que lutava há mais de uma década pelo direito de sediar os Jogos, ganhou a disputa na lágrima, da mesma forma como costuma festejar suas conquistas em cima do pódio em competições mundo afora. Com uma apresentação marcada pelo tom emotivo nesta sexta-feira, o Rio deu a cartada final para convencer os integrantes do Comitê Olímpico Internacional a plantar o movimento olímpico na América do Sul pela primeira vez. A estratégia funcionou bem.

//

A vitória, na verdade, começou bem antes disso. Após duas tentativas frustradas para as edições de 2004 e 2012, o projeto de 2016 teve o mérito de unir as três esferas de governo. Além disso, a comitiva incluiu não apenas o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas um rol de astros esportivos como Pelé, Cesar Cielo, Guga e Torben Grael.

Agência/AFP Agência/AFP

O presidente do Comitê Olímpico, Jacques Rogge, anuncia o Rio como cidade vencedora

Quando foram anunciadas as eliminações prematuras de Chicago e Tóquio, o Rio sabia que teria, na última rodada de votação, um adversário de peso. No relatório técnico do COI, Madri ficou à frente dos cariocas. Na hora da decisão, contudo, os votantes mudaram de opinião.

Quando o Brasil ainda estava na madrugada, começaram as apresentações. A primeira cidade a falar para os integrantes do Comitê Olímpico foi Chicago. O presidente Barack Obama, que tinha chegado algumas horas antes, reforçou o discurso de “uma América de portas abertas para o mundo”. A apresentação foi pragmática e ainda passou por um momento de saia justa, quando o paquistanês Syed Shahid Ali, membro do COI, questionou a dificuldade que alguns estrangeiros têm para conseguir visto de entrada nos Estados Unidos. Enfático, Obama afirmou que acredita num país mais receptivo ao mundo. Mas não terá os Jogos de 2016 para provar a tese.

Na apresentação de Tóquio, o premiê Yukio Hatoyama estava desconfortável por ter que discursar em inglês. Diante da preocupação do COI com o meio ambiente, os japoneses tentaram convencer os votantes de que poderiam fazer os Jogos mais ecológicos da história.

Agência/Reuters

Na Praia de Copacabana, milhares de cariocas estendem o bandeirão para festejar a vitória


O Brasil entrou em cena na terceira apresentação, batendo na tecla de que a América do Sul merecia a chance de, enfim, sediar o evento. O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, chegou a citar o pré-sal como trunfo verde-amarelo. O governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes reforçaram o elo entre todas as esferas políticas. Mas foi a emoção que deu o tom dos discursos. A jovem Bárbara Leôncio, do atletismo, não conteve as lágrimas enquanto sua imagem aparecia no telão. E o presidente Lula resumiu o espírito da candidatura ao citar a paixão brasileira pelo esporte: “Chegou a hora.”
Madri veio em seguida e surpreendeu. A capital espanhola mostrou um projeto seguro e confiável, até em um de seus pontos fracos: o controle de doping – a comitiva levou a Copenhague uma carta com garantias da Agência Mundial Antidoping (Wada). Com 77% das instalações para 2016 já construídas, Madri apresentou uma candidatura de poucos riscos. “É a decisão segura”, afirmou o presidente do governo espanhol, José Luis Zapatero.

Em vez da segurança espanhola, venceu a emoção brasileira. Até 2016.

Globo Esporte

por Data TV Postado em Outros